“Quando o Espírito Santo nos lidera a obra missionária acontece”.

 

JUMILLA

Jumilla tem pouco mais de 25 mil habitantes, é uma pequena cidade rural que tem por principal atividade as culturas de uva e azeitonas, produção de vinhos e de azeite, comercio pequeno que serve apenas ao próprio povoado. Distante da capital Murcia cerca de 80 kilometros. Como toda a Espanha, Jumilla é uma cidade onde as culturas católica, islâmica e ateístas são muito fortes, o que significa um desafio especial para a pregação do Evangelho.

 

CRENTES EM JUMILLA

São 4 contando conosco os grupos evangélicos reunindo frequentemente no Povoado. O grupo mais velho, com cerca de 60 pessoas entre adultos, jovens e crianças tem 20 anos de existência, cresce principalmente por natalidade e por causa dos estrangeiros, é uma igreja tradicional onde mulheres não tem a mesma liberdade que os homens para falar e outras coisas, o grupo não comunga, se quer dialoga com os outros grupos. Os outros dois são igrejas de estrangeiros para estrangeiros e tem menos de 20 crentes congregando cada um. Somando todos os evangélicos no povoado não chegam aos 120 até o fim de 2018 o que representa 0,4% da população, um percentual menor do que o do país. Alcoolismo, abuso de drogas, prostituição, promiscuidade, alto índice de divorcio, são fatores negativos importantes inclusive entre os evangélicos do povoado que resulta no esfriamento espiritual da igreja, legalismos religioso, falta de crescimento dos grupos evangélicos e de compromisso com o Reino por parte da maioria.

NOSSO DESAFIO

Nosso objetivo é uma igreja espanhola por isso o nosso foco de evangelização está nos espanhóis. Entendemos que os estrangeiros em Jumilla, exceto os que vêm de países muçulmanos da África, os que vem de países latino-americanos e que são maioria, onde a igreja evangélica é forte, vem sem muito esforço nosso por já terem intimidade com a igreja evangélica, já a maioria dos espanhóis acredita que a igreja de espanhol é a católica, além do mais reluta a frequentar um ambiente formado de maioria de estrangeiros. Também conhecemos a tradição do transito de crentes de uma igreja a outra na cidade o que implica diretamente no não crescimento dos grupos anteriores ao nosso, no não diálogo dos líderes e das igrejas, da rivalidade entre elas e consequentemente no mau testemunho cristão dessa forma. Um dos líderes evangélicos em Jumilla chegou a me dizer pessoalmente que não sou bem-vindo ao povoado. Por isso nossa atenção nos perdidos, especialmente espanhóis, o não espanhol não se importa em estar em um ambiente de maioria espanhola. Embora não rejeitemos ninguém esse é o nosso foco. 

Quanto a nossa visão e objetivos sociais de ajuda às famílias em riscos está justificada principalmente na dificuldade provocada pela sazonalidade dos produtos do campo e pela ilegalidade de muitos estrangeiros, coisa normal em Jumilla, situação que dificulta a vida de muitos na cidade, são em sua maioria pessoas oriundas da américa latina e do continente africano que vêm ilegalmente em busca das oportunidades de trabalhos sazonais e acabam passando diciculdades muitas vezes menores que em seus países por isso mesmo debaixo de condições ruins, ainda menos ruins que em seus países.

Quanto a nossa visão e objetivos evangelísticos, nosso esforço é de criação de uma igreja carismática, identificada assim pelo povo predominantemente católico, fortemente influenciado pelo islamismo e pelo agnosticismo secular; uma igreja atraente e desejada por sua natureza e pelo exercício da compaixão, por sua utilidade social e principalmente pelo poder do Espírito Santo manifestado a todos para a Salvação e mudança de mente e de vida impactando o seu derredor. Nosso projeto tem como motivação principal o avivamento espiritual e motivacional em relação à fé e vida cristã e no chamamento ao compromisso com Deus, que os de Espanha e os na Espanha necessitam; ele também é o cumprimento do nosso chamamento em obediência à Palavra especifica de Deus para nossa colaboração aos da Espanha para o cumprimento de nossa parte na Grande Comissão, estendendo também a mesma oportunidade de servir aos nossos parceiros colaboradores e cobertura espiritual.

ALVO DO PROJETO

“Entre 2018 e 2027, uma igreja autoapascentada, autopropagadora, automultiplicadora e autossustentada, plantada na cidade de Jumilla, Murcia, Espanha”.

VISÃO GERAL

Nosso objetivo geral é a plantação de uma nova igreja, caracteristicamente missionária, capaz de influenciar e contagiar com o Evangelho de Cristo Jesus, espanhóis e estrangeiros que vivem em Jumilla e aos perdidos da Terra.

OBJETIVOS MÍNIMOS ENTRE 2018 E 2027

O que no mínimo acontecerá entre 2018 e 2027

  • Uma Igreja autoapascentada, autopropagadora, automultiplicadora, autosustentada, no povoado de Jumilla;

  • Uma Igreja caracteristicamente missionária, a partir da visão brasileira de evangelização alóctone;

  • Uma Igreja capaz de influenciar e contagiar com o Evangelho de CRISTO JESUS a todos, tanto espanhóis quanto estrangeiros que vivem em Jumilla e o mundo; 

  • Plantação de uma Igreja com características apostólicas, docente e discente de si mesma, liderada pelo Espírito Santo, empenhada em fazer discípulos, em amar, em adorar e em servir ao SENHOR JESUS, amando aos perdidos, fazendo a vontade do Pai;

  • Criação de uma Igreja viva e ativa. Uma igreja de propósito; 

  • Uma Igreja capaz de identificar e suprir a necessidade do mundo;

  • Uma Igreja que entende que pobreza é a falta de tudo o que o Evangelho de CRISTO JESUS pode suprir e que ela existe para cumprir seu chamamento na terra;

  • Uma Igreja cheia do Espírito Santo para a ação e transformação social no seu exercício de misericórdia e evangelização aos povos menos alcançados do mundo;

  • Uma Igreja que reflita CRISTO JESUS em todas as suas ações e fases;

  • Uma Igreja próspera em todos os aspectos;

  • Uma igreja que vive a santidade de DEUS em todos os níveis;

  • Uma igreja que se move em Graça e em fé, que tem a Bíblia como única regra de fé e práticas, que inspira a paz, a esperança e o amor;

  • Uma Igreja comprometida em servir as pessoas como ao Senhor e que ministra vida a si mesma e por onde passa.

  • Uma igreja que serve aos homens como ao Senhor.

RESUMO DO PLANO DE AÇÃO PARA 2019

Nosso principal Plano de Ação consiste na atividade de evangelismo pioneiro afim do estabelecimento de uma porta aberta para a ministração do Reino de Paz, Alegria e Justiça. Evangelização por influência, testemunho de fé que chame a atenção de todos para o Deus verdadeiro, para o sacrifício da Cruz, para o arrependimento de pecados e para a vida plena em CRISTO JESUS; manutenção dos grupos pequenos evangelísticos (Células) e criação dos Grupos de Discipulado Cristão para a multiplicação de novos crentes e novos líderes cristãos e abertura de pelo menos três novas Células a partir das Células pilotos, entre janeiro e outubro de 2019. 

 

Registro legal da nova Igreja, crescimento e ampliação dos nossos serviços

Em 2018 nosso esforço foi concentrado na formação de um grupo capaz de crescer, aprender da Bíblia e ensinar; focamos no evangelismo e discipulado cristão. Em 2019 nossa meta é registrar legalmente o grupo como igreja local, com sede caracterizada aumentando assim a nossa visibilidade e o nosso poder de serviço. 

Serviço Social

Nosso plano de ações sociais basea-se na parceria e apoio da Fundação Paixão e Compromisso. Por ela solicitaremos dos planos de ajuda da União Europeia, de supermercados e mercadinhos da região, da centrais de abastecimentos e outros, produtos alimentícios e outros para distribuição gratuita a famílias em situação de risco, cadastradas por nossa igreja. Assim sendo temos grande oportunidade de ação social evangelística e acompanhamento social e espiritual de famílias crentes, não-crentes e até muitas famílias muçulmanas beneficiadas por nosso programa.

                         

Apoio a novas iniciativas

Sabemos que o nosso trabalho estimulará novas iniciativas, de propósito provocaremos e até criaremos outras, está em nosso plano apoiar novas iniciativas evangelísticas e de ação social, e o surgimento de novos grupos e igrejas da região. É parte importante do nosso Plano de Ação apoiar iniciativas de igrejas coirmãs no desafio da evangelização local; apoiar pastores e lideres começando novos trabalhos e trabalhar duro para alinharmos o relacionamento mínimo com as igrejas local com objetivo de promover as próprias igrejas, a evangelização local e a visão missionária.

 

Missões

“Uma igreja sem visão missionária, não é um plano, é uma ladeira”.

Missões não é feito por quem tem condições, é feito por quem tem o conhecido do caráter de Deus e do Seu plano para o ser humano, é feito por quem quer seguir conhecendo ao Senhor e fazendo-O conhecido; por quem reconhece o senhorio de Cristo e Seu mandamento; por quem descobriu seu espaço no Reino; por quem entende que a missão é de Cristo e que Ele conta conosco. Nosso plano é o estímulo missionário, missiológico e missional ao nosso grupo desde os primeiros momentos de suas ações de oração, de intercessão, de contribuição econômica com missionários e projetos missionários no mundo, com a geração e a manutenção da visão do “Ide de Cristo”. Assim pretendemos crescer como igreja missionária em visão de existência e de objetivos.

RESUMO DAS NOSSAS PRINCIPAIS ATIVIDADES EM 2018

Domingo

Culto de Celebração

Reunião de louvor com música, oração e sermões didáticos, pastorais e evangelísticos. Local: salão de eventos de um Hotel do povoado. Das 19 horas as 21 horas. Número de pessoas frequentes: 25

Quinta

Reunião de Oração

Uma reunião simples onde oramos pelas famílias de nossa igreja, por Salvação em Jumilla, por aqueles que estamos acompanhando, pelos enfermos e pelos problemas pontuais de cada irmão. Local: nosso apartamento. Das 10 horas às 12 horas. Número de pessoas frequentes: 5

Quinta

Célula de Homens

Reunião dinâmica de estudos bíblicos evangelísticos para homens adultos. Para essa reunião os irmãos crentes trazem amigos não-crentes para serem evangelizados e participarem da evangelização e do crescimento de cada um. Local: nosso apartamento. Das 20:30 horas às 21:30 horas. Número de homens frequentes em dezembro de 2018, nossa primeira célula de homens: 5.

Sábado

Célula de Mulheres

Para essa reunião as irmãs crentes trazem amigas não-crentes para serem evangelizadas e participarem da evangelização e do crescimento de cada uma. A estratégia é que enquanto a célula evangelística cresce outra(o) líder é preparado para reunir-se com outro grupo em outro local, no mesmo dia e seguir crescendo até que seja mais uma vez dividido. Local: nosso apartamento e cada nova célula na casa escolhida para que se comece uma nova célula. Das 18 horas às 19 horas. Número de mulheres frequentes em dezembro de 2018, nossa primeira célula de mulheres: 13.

Sábado

Célula de Jovens

Reunião dinâmica de estudos bíblicos evangelísticos para adolescentes. Local: nosso apartamento. Das 20:30 horas às 21:30 horas. Número de adolescentes frequentes em dezembro de 2018, nossa primeira célula de adolescentes: 4.

 

ANÁLISE FOFA

BOM | INTERNO | FORÇAS

Já temos uma porta aberta na cidade e podemos pregar;

Já temos um agradável local para os cultos semanais conhecido por muitos;

Temos as ferramentas adequadas para o tipo de desafio proposto;

Em 6 meses de trabalho já temos iniciado um pequeno em processo de consolidação e discipulado cristão, capaz de multiplicar;

Temos experiência significativa para o tipo de trabalho pioneiro a executar;

Temos estratégias boas e fortes o suficiente para impacto evangelístico e social;

BOM | EXTERNO | OPORTUNIDADE

A cidade é receptiva aos estrangeiros;

Há muitos estrangeiros, especialmente latinos na cidade e esses comumente, são mais abertos ao Evangelho, à pregação de uma igreja não católica, do que a maioria dos espanhóis. Todos esses podem tornar-se ganhadores de espanhóis;

 

Estrangeiros atraem mais facilmente estrangeiros, especialmente de mesma nacionalidade e podem ser capacitados na vida cristã para ganhar espanhóis e outros;

Alguns dos novos irmãos já chegaram a nós crentes e são bons líderes;

RUIM | INTERNO | FRAQUEZAS

Até a autosustentação da nova Igreja, o sustento financeiro pessoal da família missionária pastoral é insuficiente;

Como inevitavelmente recebemos algumas pessoas já crentes, o que nos é uma benção por alguns, mas relativa fraqueza, quando entre esses existem os que trouxeram suas tradições que não exatamente nos fortalece em alguns aspectos do testemunho cristão;

Com um crescimento naturalmente lento, temos uma economia consequentemente lenta o que nos impossibilita mover-nos como queríamos fisicamente o que poderia acelerar nosso crescimento e ampliar nossas ações.

RUIM | EXTERNO | AMEAÇA

O mau testemunho dos líderes evangélicos e dos crentes no povoado é ruim tanto para os próprios crentes quanto para os não-crentes da comunidade.

 

As tentativas fracassadas das igrejas que passaram pela cidade falam mal dos crentes;

 

O grande número de estrangeiros é flutuante. Estrangeiros, por várias razões, tendem a voltar para seus países de origem deixando-nos como igreja;

 

Por razões naturais estrangeiros tendem a atrair extrangeiros e uma igreja de muitos estrangeiros afastam os espanhóis por fazer parecer tratar-se de uma “religião” de estrangeiros para muitos espanhóis;

© 2023 by Brian Blunt. All rights reserved

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now