“Missionários são enviados”.

 

 CARTA INFORMATIVA

SETEMBRO DE 2019

Essa é uma resposta quando me perguntaram sobre sustento econômico de missionários no campo:

EXISTEM 4 PRINCIPAIS TIPOS LEGÍTIMOS DE SUSTENTO ECONÔMICO REGISTRADOS PELA BÍBLIA: 

1. OS PRODUTORES DE BENS E SERVIÇOS
São as pessoas que podem produzir com o seu trabalho bens materiais e concretos, e as pessoas que podem produzir serviços e mão de obra.

2. OS DEPENDENTES
São as pessoas que dependem dos que produzem, tais como: as crianças, que não podem produzir por suas limitações naturais; os que sofrem de incapacidade física ou mental; os aposentados, jubilados porque ja produziram o suficiente; e algumas mulheres.

3. O MANÁ
Maná é uma expressão hebraica que pode significar, para nós, algo como "o que é isso?", Significando a provisão de Deus; o milagre específico do Senhor no momento exato da necessidade dos Seus;

 

4. OS ENVIADOS
Os atletas que representam seu país, sua região, e por isso são patrocinados; os soldados e militares em geral, que lutam em defesa de sua pátria e ideal de sua nação; e os  missionários, comissionados para a Grande Comissão.

 

Embora a maioria dos missionários experientes no campo sejam pessoas de alto padrão profissional, técnico e de conhecimentos múltiplos e muito úteis às diversas áreas da sociedade, não são, entretanto, produtores, ainda que podendo produzir ou estrategicamente produzindo. Missionários não são dependentes: não são crianças que não podem produzir por limitações naturais próprias; não são incapazes física ou mentalmente por serem missionários; ainda não conheci missionários aposentados, conheci muitos aposentados servindo como bons missionários no campo, mas missionários aposentados, não, ainda não; missionários não são dependentes por serem mulheres, a propósito, existem mais mulheres missionárias no mundo do que homens. 

 

Não conheci até hoje um missionário que nunca tenha experimentado do "Maná" do Senhor. Isso fala da providência, que é como se viesse mesmo do Céu, com sabor de Deus. Muitas vezes difícil de explicar como veio, que não dá para ser guardado, mas que é fiel e suficiente. Um problema é que o "maná" sempre acaba. Quem dera fosse inacabável! O problema do sustento missionário cessaria.

Deus, de forma muito prática, tem objetivos especiais em fazer com que o sustento missionário venha da igreja, da participação de cada crente, não "milagrosamente" dEle em forma de "Maná", mas da Igreja. Há uma dinâmica impressionante de crescimento e maturidade nisso.

 

Já ouvi alguns pregadores afirmando que o apóstolo Paulo construía tendas para se manter. Cllaro que não! Paulo tinha mantenedores, igrejas e amigos que o sustentavam em suas viagens missionárias, amanuenses para escrever suas cartas, tratamento e companhia médica, envios de suas cartas, prisão domiciliar, etc. Paulo, como toda criança judia, tinha uma arte nas mãos: ele era construtor de tendas, o que usou para ajudar a igreja de Jerusalém que estava quebrada por acreditar que Jesus voltaria no mês seguinte, assim dando tudo o que tinham, o que os deixou sem nada para trabalhar, comprar, vender, etc. Por isso, Paulo constrói uma “fábrica de tendas”,para que os irmãos pudessem voltar ao trabalho e se manterem, ensinando que ninguém fosse pesado a ninguém, antes esforçados em trabalhar, e quem não quisesse trabalhar que também não comesse. Mas ele, particularmente, tinha sustento para si mesmo e para outros. E, embora não fosse um produtor de bens, podia estrategicamente fazê-lo.

Assim também Jesus “construía”, trabalhava com madeira, mas nos últimos 3 anos do Seu ministério precisou dedicar-se apenas ao discipulado e ensino, e por isso tinha, especialmente, um grupo de mulheres mantenedoras.

 

Missionários são como os bons atletas, que precisam treinar e concentrarem-se no que precisam fazer para darem o melhor de si e serem vencedores pelo bom desempenho; missionários são como soldados que gastam tempo treinando, que se concentram em sua missão, que não trabalham para comprar as próprias balas que irão atirar nos campos de batalhas, porque o seu trabalho é guerrear, e se não se especializarem nisso não apenas o reino qué defendem perde, como põem em risco suas próprias vidas.

 

Pr. Deivid Brito.

     

______________________________________________________________________________________

“Missões se faz com os joelhos dos que oram, 

com o coração generoso dos que doam

e com os pés dos que vão”.

 

 CARTA INFORMATIVA

SETEMBRO DE 2019

 

EM CASA... NO TRABALHO!

O Campo é a nossa casa. Desde a última quarta-feira, dia 28 estou de volta a Jumilla, tendo saído de Salvador, segunda, dia 26, para Fortaleza, de lá para Lisboa em Portugal, depois Madrid, Murcia e finalmente Jumilla.

Estamos todos bem, exceto por mim mesmo que ainda curto as dores provocadas pela chicungunya. Agora é descansar um pouco, melhorar das fortes dores e dos inchaços das mãos e pés, curtir Rosana e as crianças depois dos 5 meses e 13 dias fora e retomar as atividades do grupo e de evangelização ainda esta semana.

 

Foi um tempo além de longo, difícil e de muitos dissabores, frustrações e decepções, dificuldades ainda não enfrentadas mesmo depois de 21 anos no ministério, mas em tudo tendo a Graça do Senhor e Sua misericórdia. Nesse tempo de levantamento de recursos os passos mais importantes demos nas cidades de Campos dos Goytacazes, Volta Redonda, Rio de Janeiro, Salvador e Aracaju. Lugares onde fizemos novos amigos e onde pude rever amigos mais que preciosos.

 

A campanha de mais de 5 meses com os fins de fortalecer o nosso sustento financeiro e de mudar o tipo de documentos que precisamos para seguir com nossos trabalhos aqui não foi exatamente bem-sucedida, contudo, Deus tem planos que nos surpreendem e tornam novas e boas todas as coisas, Ele desfaz todas as obras do diabo e laços preparados contra nós, Ele nos mostra rápido soluções para todas as coisas.

 

Servir em Espanha começa em vencer preconceitos, conceitos errados, desconhecimento da igreja da realidade da Espanha, burocracia e dificuldades legais naturais que temos que enfrentar, como, custo de vida, realidade espiritual e social local, entre outros. Contudo somos mais que vencedores por aquele que nos chamou sendo Ele mesmo o que provê em todas as nossas necessidades, Ele nos provê ferramentas e soluções.

 

Os nossos planos para 2019 foram em parte afetados nos resultados que desejamos, mas entendemos que os do Senhor, não. Porque Ele sempre faz novas todas as coisas e tem Seus caminhos. Louvado seja Deus. Seguimos focados e fortalecidos nEle. E fazendo das palavras do apóstolo Paulo em 2 Coríntios 4:8-9 (Versão DHH - Dios Habla Hoy): "Assim, embora cheios de problemas, não estamos sem saída; temos preocupações, mas não nos desesperamos. Nos perseguem, mas não estamos abandonados; nos derrubam, mas não nos destroem.

 

Estaremos contentes em tratar detalhes dos nossos desafios para os próximos meses com os de nossa equipe, mantenedores, intercessores e parceiros.         

 

Com os nossos corações emocionados, aproveitamos para agradecer sinceramente aos nossos parceiros, aos nossos intercessores e aos nossos mantenedores, colaboradores, são amigos de fato, pessoas sem as quais nada do que fazemos seria possível. Glória a Deus por vossas vidas. São pessoas que constroem juntamente com Deus e conosco, usadas para fazer cumprir a vontade do nosso Mestre Jesus.

Muito obrigado!    

 

 

NÃO DEIXE DE ORAR POR ESPANHA

Um antigo conceito missiológico dizia que uma região deveria ter pelo menos 10% de sua população, salva, crente, convertida ao Senhor Jesus, congregando em uma igreja cristã para não ser chamada de “campo crítico missionário”; anos depois um conceito mais moderno afirmou que uma região precisaria apenas ter uma igreja autoapascentada, autopropagadora, automultiplicadora e autosustentada para cada mil pessoas, para não considerarmos mais um campo crítico carente de missionários.

 

A Espanha tem 47 milhões de pessoas, dessas, menos de 400 mil professam a fé evangélica, ou seja 0,8%, são menos de 1% de evangélicos em todo o país da Espanha em 2019; e por aqui as igrejas não são em grande parte pastoreadas de maneira autóctone, ou exatamente capazes de fazer crescer a si próprias de maneira dinâmica ou sem muitas dificuldades, nem capazes de plantar filhas, de maneira natural e propositada, tampouco, no geral, capazes de sustentar economicamente seus projetos missionários, evangelísticos e sociais.

 

Além de tudo, em geral, o testemunho dos evangélicos não é grande ajuda na propagação do evangelho e o catolicismo, o islamismo, o ateísmo e o esfriamento espiritual geral também são muros muito altos contra a nossa pregação.

 

Ore para que nos fortaleçamos, tenhamos voz e possamos pregar mais alto e mais forte;

 

Ore pela igreja espanhola, pelos pastores e missionários aqui;

 

Ore pelo despertamento espiritual da igreja na Espanha.      

 

 

NÃO DEIXE DE ORAR POR NÓS

Por favor, ore por nosso trabalho. Ore para que o Senhor ponha em nós, sempre, palavras de sabedoria, palavras de conhecimento e palavras de revelação para a pregação do Seu evangelho;

Ore por nosso sustento financeiro ainda não definido adequadamente; 

 

Ore por nossos parceiros mantenedores, para que o Senhor cumpra a Sua promessa a nós de abençoar os que nos abençoam e prosperar em todas as áreas aqueles que nos assistem e possibilitam o que fazemos;

 

Ore para que o Senhor levante aqueles que servem como Suas mãos em favor do que fazemos.

No amor de Cristo Jesus,

Prs. Deivid e Rosana.

______________________________________________________________________________________

“Quando o Espírito Santo nos lidera a obra missionária acontece”.

 CARTA INFORMATIVA

AGOSTO DE 2019

NÃO DEIXE DE ORAR POR ESPANHA

47 milhões de pessoas em 8.131 lugares entre grandes cidades e pequenos povoados. Menos de 400 mil evangélicos (menos de 0,8% da população); mais de 330 povoados com mais de 5 mil habitantes não tem nenhuma igreja; mais de 7.800 lugares não tem nenhuma presença evangélica; A maioria das poucas igrejas que existem no país não são capazes de se automultiplicarem, autopropagarem, autopastorearem nem autosustentarem. Falta comprometimento com o Reino, bom testemunho cristão, experiência com o Senhor e conversão genuína na maioria dos crentes, o que dificulta ainda mais a pregação do evangelho. 

NÃO DEIXE DE ORAR POR NÓS

Por favor, ore por celeridade em nossa documentação para os vistos. Alguns nos criticam por todo o esforço e custos. Realmente não é  fácil nem barato, mas como ministros do Senhor Jesus, não nos convém estar ilegais para coisa alguma no Reino;

Por nosso grupo de discípulos sob os cuidados de Rosana. Ore para que Deus siga se movendo, salvando e ministrando àqueles a quem temos assistido. 

Enquanto estiver no Brasil à espera dos documentos, que precisam vir da Espanha, estou buscando novos parceiros mantenedores que nos deem o suporte necessário que nos possibilite seguir. Ore para que Deus levante aqueles que Ele já tem em mente.

Ore para que o Senhor cumpra a Sua promessa a nós de abençoar os que nos abençoam e prosperar em todas as áreas aqueles que nos assistem e possibilitam o que fazemos.  

No amor de Cristo Jesus,

Prs. Deivid e Rosana.

© 2023 by Brian Blunt. All rights reserved

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now